mídia e artigos

/ INVESTIMENTOS E NOTÍCIAS / publicada em maio/2016

Contratação de assessment cresce 40% na STATO

Yukiko Takaishi, responsável pela área de desenvolvimento, fala sobre a alta

Atravessando uma das maiores crises econômicas de sua história, o Brasil não tem outra possibilidade a não ser produzir mais com menos. Essa tem sido a única alternativa para as empresas seguirem em frente. Mas para alcançar esse objetivo, é preciso identificar profissionais versáteis e que tenham rendimento acima da média. E se este profissional estiver dentro da empresa, melhor ainda.

É exatamente aí que entra o assessment, instrumento que ajuda empresas a identificarem perfis de profissionais multidisciplinares, ou seja, capazes de responder por áreas diferentes ou se movimentarem com mais flexibilidade. A STATO – consultoria especializada em recrutamento, desenvolvimento organizacional e transição de profissionais – aponta um crescimento de 40% na contratação deste serviço, entre outubro de 2015 e março de 2016.

“Muitas vezes o processo de assessment nos ajuda a descobrir internamente talentos, potenciais lideranças, pessoas de alto desempenho. E isso é muito bom tanto para a empresa, como para o profissional, que acaba se movimentando, vertical ou horizontalmente mesmo em um momento de grave crise”, explica Yukiko Takaishi, diretora de desenvolvimento organizacional da STATO.

Segundo a especialista, as áreas de varejo e bens de consumo são as que mais demandam pela ferramenta. “Tratam-se de dois setores que foram afetados primeiro pela atual crise e que necessitam de altíssima performance por parte de seus colaboradores. Mas vale lembrar que o assessment é válido para qualquer segmento e qualquer porte de empresa: se a palavra de ordem é produtividade, sem dúvida é uma excelente instrumento e a procura tem crescido muito em outros setores da economia”, finaliza Yukiko.